Um Breve Histórico

Fundada em março de 2019, a CBGE - Confederação Brasileira de Games e Esports, atua em diversas funções diferentes, em um espectro que vai do mercado privado, perante os maiores players do segmento, aos entes públicos, na busca de melhores regulamentações para o setor.

Em 2019, coube à CBGE planejar, implantar e administrar o Brasil Esport Fórum, onde foram realizados variados painéis e palestras com o intuito de difundir o conhecimento especializado sobre o mercado e sobre diversas modalidades.

Além disso, no mesmo ano a CBGE organizou e produziu um Campeonato Sul-americano de League of Legends e foi uma das 46 nações que selecionou e enviou um representante nacional para competir no Esports World Championship de PES, sediado em Seoul, na Coreia do Sul.

Paralelamente, em dezembro de 2019, a Confederação marcou presença e apoiou a Frente Parlamentar em prol dos Esportes Eletrônicos e Games - FPEG, defendendo juntamente com o Presidente da Frente, o Exmo. Sr. Deputado Federal Coronel Chrisóstomo, uma maior regulamentação do mercado de Esports.

No turbulento ano de 2020, logo em seu começo, em janeiro, enquanto a pandemia de COVID-19 ainda não tinha se espalhado pelo mundo, o Presidente da CBGE e o Presidente da Frente Parlamentar assinaram um acordo de cooperação técnico com o Cinturão Asiático, em X’ian - China.

Em razão da pandemia de covid-19, todos os eventos presenciais foram suspensos. Diante desse obstáculo a CBGE continuou operante, realizando eventos integralmente online, como webseminários e campeonatos online. Nesse ano foi realizado um campeonato nacional de Free FIRE e a CBGE organizou, conjuntamente com a GEF, o South America Week Challenge, um campeonato da franquia PUBG realizado entre todas as nações filiadas à GEF situadas na América do Sul.

Além disso a CBGE está sempre focada no auxílio dos campeonatos de âmbito estadual de suas Federações filiadas, que produziram excelentes eventos em 2020, mesmo com todas as intempéries, como o “e-SERIGY” em Sergipe e as “Rainhas do Clutch” no Rio de Janeiro.